Chat with us, powered by LiveChat
[ Fevereiro 8, 2019 by Martim Mariano 0 Comments ]

Como usar o storytelling para reter a atenção dos clientes

Sabia que uma história verdadeira, autêntica, emocionante e bem contada pode facilmente comunicar o propósito e os valores da sua marca/empresa?

Storytelling is the most powerful way to put ideas into the world.”

Robert McKee

Uma história verdadeira, autêntica, emocionante e bem contada pode facilmente comunicar o propósito e os valores da sua marca/empresa – e ainda fidelizar clientes e seguidores. E isto, nos dias de hoje, é quase imbatível. Vamos então ver como é que o Storytelling pode ajudar a sua empresa a reter a atenção dos seus clientes.

No artigo que se vai seguir, vou apresentar-lhe três formas para poder fazê-lo correctamente.

O Storytelling tem um valor essencial e muito claro no mundo do Marketing e da Comunicação e não, não é uma técnica usada para hipnotizar os seus clientes e mantê-los agarrados a um qualquer tipo de fantasia. E atenção, uma coisa é escrever, outra completamente diferente é contar histórias.

Tal como lhe disse no início deste texto, o Storytelling ajuda-o a revelar o passado da sua marca e, mais importante do que isso, o seu próprio propósito.

Quando o poder muda de mãos

Storytelling: artigo sobre como Contar histórias para reter clientes

Sabemos que os consumidores têm hoje uma enorme variedade de escolhas ao seu dispor, e quando estão em causa preços e qualidade – sobretudo no caso de serem muito semelhantes entre si – as pessoas julgam então as marcas pelo seu propósito e pelos seus valores, mais do que qualquer outra coisa. As pessoas querem, nos dias de hoje, comprar produtos a uma marca com a qual se sintam confortáveis em dar o seu apoio.

E esse mesmo propósito é igualmente muito importante para os funcionários.

Um estudo da Delloite deu conta de que mais de 80% dos funcionários a trabalhar para uma empresa com um propósito bem claro e definido, acreditam que a sua empresa vai crescer no próximo ano.

Essa mesma percentagem de pessoas acredita também que os clientes são a sua principal prioridade, tal como consideram que os ganhos não podem ser o foco principal dos seus negócios.

Dar espaço e voz às histórias de pessoas comuns

Artigo sobre o uso do Storytelling para reter a atenção dos clientes no blog da Digitalfc

Num mundo em que, a um ritmo quase diário, há empresas a ser multadas por fazerem falsas alegações que induzem os clientes em erro com as suas acções de marketing, é muito bom saber que ainda existem marcas que sabem e reconhecem o valor de colocar histórias autênticas e verdadeiras no centro da sua prática profissional.

Vejam a Airbnb, por exemplo, que dedica uma área inteira do seu site às histórias dos seus clientes.

Isto parece simples, mas não é.

Ainda há muitas empresas que parecem esquecer-se de um dado incontornável e fundamental: sem clientes, não há empresas.

Portanto, sim! o Storytelling é hoje parte fundamental da estratégia de marketing das empresas, sobretudo num mercado cada vez mais densamente povoado, onde toda a gente quer a mesma coisa: chamar à atenção dos clientes – muitas vezes, a qualquer custo.

Para ajudar a reter a sua audiência, foque-se nestes três pontos:

1. Produza conteúdos em vídeo que comovam quem os vê

Storytelling: artigo sobre como Contar histórias para reter clientes

Aquilo que há de mais incrível no vídeo é que consegue captar a atenção das pessoas de forma que mais nenhum outro meio consegue. E isto é inegável.

Há uma tendência humana para criar empatia com aquilo que vê nos outros, o que faz do vídeo um meio extremamente eficaz para evocar e despertar emoções em que os vê.

No que ao marketing diz respeito, o vídeo é um meio extremamente eficaz para expor o propósito da sua marca. Porque é que a companhia foi fundada, em primeiro lugar? Qual é o impacto que espera ter junto dos consumidores e do mundo? De que forma é que ela pode ajudar a reter de forma mais efectiva a atenção dos clientes?

A sua audiência tem um apetite voraz por histórias. É que nem sequer precisa de se dar ao trabalho de lhes perguntar. E o vídeo, pois bem, o vídeo tem – como já aqui vimos – uma capacidade ímpar de comunicar a sua história, a sua autenticidade, de uma forma que os leva mais rapidamente a comprar qualquer coisa.

Estudos mostram mesmo que 64% dos consumidores fazem uma compra depois de verem vídeos de uma marca, ou de um produto, nas redes sociais.

2. Promova experiências offline (ou onlife) onde pode contar a sua história

Storytelling: artigo sobre como Contar histórias para reter clientes

Outra forma extremamente eficaz de contar a história da sua marca é fazê-lo num evento – seja num evento organizado por si, ou num evento para o qual seja convidado.

Sabia que dois terços das pessoas que marcam regularmente presença em eventos, se sentem mais inclinadas para fazer uma compra, depois desses mesmos eventos?

No entanto, sendo uma estratégia vencedora, se não for bem executada, pode rapidamente virar-se contra a marca. Porque um evento mal preparado e que deixe uma má impressão em quem participa, tem sempre alguma dificuldade em apagar essa imagem.

Marcas que façam uma boa gestão de expectativas e que consigam surpreender o público com algumas surpresas e momentos de interacção inesperados, são aquelas que mais facilmente vão conseguir falar ao coração dos participantes e reter a atenção dos clientes.

É importante que esse evento encaixe na sua história mais global, mais abrangente. Juntar pessoas para que passem um bom bocado é bom, claro, mas criar e manter clientes leais tem de ser o objectivo final.

3. Ponha menos marca nos seus conteúdos. Ou seja, torne-os menos comerciais

Storytelling: artigo sobre como Contar histórias para reter clientes no blog digitalfc

Pode parecer contraditório, mas se quer mesmo retirar o maior proveito possível do seu branded content tem de o tornar menos… branded.

Acontece com maior frequência do que deveria uma marca conseguir criar um vídeo com impacto, emotivo, mas depois diluem o efeito da mensagem que querem passar no momento em que inserem um logo gigantesco no meio do mesmo. Wrong!

Os consumidores raramente acham isto apelativo. Muito pelo contrário, uma vez que aquilo que o atrai é, precisamente, a autenticidade.

Tente com todas as forças resistir ao ímpeto de fazer/criar uma história toda ela centrada na sua marca. Em vez disso centre-se numa coisa: produzir conteúdo de valor, interessante, que conte uma boa história, que crie empatia. Vai ver que os resultados vão aparecer.

Conclusão

O Storytelling é hoje uma parte crucial de uma estratégia de marketing, mas não se pode tornar numa coisa que se torne pouco credível e sem autenticidade.

Criar conteúdo para os canais digitais e para promover uma loja física, por exemplo, requer muitas vezes que a sua marca se sente no fundo da sala e perca o protagonismo em nome de uma história mais geral e mais relacionada com a dimensão global da empresa e de tudo aquilo que ela representa.

Seguindo esta estratégia apoiada na criação de conteúdos autênticos e genuínos, vai reparar, não só, num retorno do investimento que está a fazer no marketing e na comunicação do seu negócio, mas vai estar, mais do que qualquer outra coisa, a garantir que a sua audiência percepciona claramente o esforço que está a fazer para criar esses mesmos conteúdos.

E isto, meus amigos, isto é criar seguidores/clientes satisfeitos e fiéis.
Que voltam, uma e outra vez, a comprar connosco. Por tudo aquilo que nós representamos nas suas vidas.

Quer fazer alguma sugestão a este artigo?

Tem dificuldades em perceber de que forma é que pode relacionar algum dos pontos apresentados com o seu negócio?

Então não hesite e deixe o seu comentário aqui mesmo. Obrigado e… até breve.

Fonte: http://bit.ly/2SsWnH9

AboutMartim Mariano
In Socials:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

gdpr-consentimento-digitalfc.: Pedido de Consentimento [GDPR]
Processamos dados, utilizando cookies no site (dados que ajudam os sites a lembrar-se de visitas anteriores) para melhorar a experiência do utilizador:
1. Ajudar os nossos serviços a fornecer conteúdo útil e personalizado;
2. Fornecer anúncios com base nos seus interesses;
3. Realizar análises e medições dos nossos serviços;
> Para mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a Política de Privacidade e Protecção de Dados Pessoais

Privacy Settings saved!
Configurações de Privacidade

Quando visita qualquer site, ele pode armazenar ou recuperar informações do seu navegador/browser, principalmente na forma de cookies. Controle seus serviços de cookies pessoais aqui.


Google Analytics é uma importante ferramenta para monitorar a atuação online permitindo analisar as visitas que o site tem ao mês, semana, dia e hora, facilitando o entendimento nas estratégias para negócio.
  • ga.gd

Decline all Services
Accept all Services